Popular Post

Posted by : @oficialMae12 23 de out de 2011

Estudo de Célula 23/10/11





Saiu aquele que estivera morto, tendo os pés e as mãos ligados com ataduras, e o rosto envolto em um lenço. Então lhes ordenou Jesus: Desatai-o e deixai-o ir. João 11: 44

Nesse texto vemos com muita clareza que existem coisas que Deus faz, mas existem coisas que o homem faz. Com essa história de Lázaro podemos compreender em que nível de libertação está nosso ministério, pois o Senhor Jesus está chamando essa geração para sair de dentro do túmulo, pois dentro do túmulo, tem cheiro de morte, é escuro, não tem revelação, não tem sonhos, não tem vida. Só que mesmo saindo de dentro do túmulo não é o suficiente para uma história de Êxito.


1. Somos tirados do túmulo para um propósito específico -                                                       A bíblia diz em Cl 1:13 - Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do Filho do seu amor - A nossa história começou com esse fato, Deus não nos tiraria da morte sem que Ele tivesse um propósito bem definido a cumprir sobre nossa vida. Assim muitos ministérios que um dia foram vivos e que morreram porque Jesus se fez ausente assim como na casa de Lázaro, Jesus chegou para ressuscitá-los, mas lembre-se que depois que Lázaro foi ressuscitado os religiosos queriam matá-lo pois eles queriam exterminar todas as evidências que poderia fazer Jesus Rei, assim até hoje muitos ministérios que passam por essa ressurreição são perseguidos pela tradição, pela religiosidade, pelo paganismo. A visão celular no modelo dos doze tem sido a causa para muitos ministérios que estavam desistidos, desanimados, a saírem de sua letargia e entrarem em um nível de conquista e excelência.


2. Tirai a pedra -                                                                                                                  
Como já disse existem coisas que os homens fazem e essa é uma delas, no que diz respeito a intervenção de Deus. Podem ser obstáculos criados por nós mesmos, como fortalezas que nos impedem de fluir na visão, é preciso quebrar paradigmas que são modelos antigos que nos impedem de receber o novo. Tirar a pedra pode nos levar a muitos entendimentos: Gênesis 29:3 - Ajuntavam-se ali todos os rebanhos, os pastores removiam a pedra da boca do poço, davam de beber as ovelhas - Era um princípio a ser obedecido para dar de beber as ovelhas era necessário que se ajuntasse primeiro os rebanhos e os pastores, mas entenda que quando a pedra é removida o rebanho tem água para beber. Assim também quando o Sumo Sacerdote tirava de seu peitoral a pedra de Urim e Tumim ele recebia a revelação para o povo; veja também que quando Davi tira cinco pedra do ribeiro para matar o gigante Golias  foi para uma conquista de território; ou quando Elias estabeleceu um altar com 12 pedras no monte Carmelo era para restauração do altar de Israel que estava em ruínas; ou mesmo quando Josué levanta dois altares um dentro e outro fora do Jordão, com 12 pedras, significava um memorial que estava sendo levantado para todas as gerações futuras; A palavra diz: Que o Senhor dá ordens aos anjos ao nosso respeito para que não tropecemos em nenhuma pedra. Tirai a pedra.    


3. Entrando em uma nova vida mas ainda com ligaduras de morte -                                
A ordem foi: Lázaro vem para fora, ele já estava sob o impacto da vida mas ainda com seu corpo completamente atado, assim muitos ministérios tem vivido, já deram passos para fora, mas não conseguem ver, tocar e andar como um ministério na visão celular, pois ainda está atado ao seu último estágio. A Segunda ordem é desatai-o, Pois as marcas da morte não o dominava pois Jesus deu-lhe vida; sua alma estava dominada pois ele decidiu sair para fora; mas o seu corpo que é a vida manifesta para os outros estava atado. A primeira parte a passar por esse processo seria o rosto que normalmente não era o mesmo pano usado para o resto do corpo, pois a primeira área que o Senhor quer agir é em sua visão.


4. A visão tem uma voz e a voz da visão é o testemunho -                                                     
A libertação do rosto, que significa visão ampla, audição restaurada; mão livres que aponta para as obras que fazemos; os pés livres, com as ataduras os passos eram curtos assim quando foram tiradas ampliou os passos. Lázaro se tornou um testemunho do poder de Jesus, mas os políticos e religiosos queriam matar esse testemunho. Não volte para o túmulo, tire as ligaduras que te prendem. 
Levanta-te e resplandece, pois você é luzeiro para esta terra.




Shalon,
Ap. Josué Oliveira

Leave a Reply

Comente Aqui !

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © Ministério Apostólico Efraim - Todos os Direitos Reservados - Designed by Rodrigo Santos -